Translate

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

A paz...

Num dia de paz como este, me sentei no alto das pedras no meio da ilha em alto mar para ficar olhando, sei lá, o infinito! As fragatas voando ao longe, tentando roubar o peixe pescado pelos atobás brancos. A natureza é assim, guerra e paz, tudo pela sobrevivência. A maré descendo deixava na prainha de areia e pedra rastros de pequenos caranguejos que haviam abandonado suas casas/conchas rumo ao mar. Tudo conspirava a favor de um final de dia calmo e tranquilo.... É como na música: De repente me encheu de paz, como se o vento de um tufão arrancasse meus pés do chão, onde eu já não me enterro mais...


Hoje, um dia atípico, chuvoso, véspera de feriado, a cidade vazia e calma (ufa!), um silêncio, uma paz....me fez viajar longe, lá para a ilha de Santa Bárbara, sem barulho, nem buzina, só o som do mar, da água batendo nas rochas e as fragatas brincando no ar de "pic-pega".....Me fez lembrar um trecho da música de Gilberto Gil: ......Eu vim, vim parar na beira do cais, onde a estrada chegou ao fim, onde o fim da tarde é lilás, onde o mar arrebenta em mim, o lamento de tantos "ais"...... Que maravilha, adoro esta calmaria!!!

19 comentários:

  1. Que delícia, Bia
    Que paz!
    Por aqui tudo normal, marido trabalha segunda e tenho diarista amanhã. rsrs
    Feliz final de semana prolongado.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  2. que lindo esse video..deu uma paz gostosa...
    um bom fim de semana! bjs

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Nilce!
    Por aqui tudo na paz...aproveito o feriadão para estudar para o mestrado! Se não chover ainda faço uma caminhada, mas se a chuva cair, maravilha para as plantinhas tão secas lá fora!!
    Beijos

    Oi Alexandre,
    É uma paz que faz falta para quem vive e acontece em uma cidade grande! Às vezes dá vontade de fugir por uns dias lá para uma ilha bem longe, onde as necessidades são outras...aliás, que necessidades? Quase não há!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Prefiro a guerra da sobrevivencia da natureza do que a guerrilha urbana que vivemos.
    É tão bom não ouvir barulho nenhum...
    O Silêncio é um santo remédio!
    MUITA PAZ para vc e um lindo feriadão!

    Bjoss

    ResponderExcluir
  5. .

    . rumo ao paraíso . como quem esboça um sorriso .

    .

    . "amar.de.amar" é sempre pouco . aqui .

    .

    . um beijo .

    .

    . paulo .

    .

    ResponderExcluir
  6. Que beleza de foto e vídeo, fiquei aqui relaxando olhando as paisagens e música irlandesas que, sempre imaginei conhecer de perto um dia, devem ser espetaculares!
    Um bom final de semana pra você, querida!
    beijos cariocas

    ResponderExcluir
  7. Li a tua crónica, ouvindo a música que nos sugeres. Senti-me viajar sobre o verde da paisagem, na frescura do mar.
    Serenidade é a palavra que melhor define o nosso encontro com a natureza, como se nesse momento, sentissemos o quanto vivemos em simbiose com ela.

    Um beijinho Beatriz e obrgada por esta partilha tão confortante

    ResponderExcluir
  8. Oi Flavia,
    A luta pela sobrevivência é uma guerra saudável na natureza. Pena que nós humanos já começamos a achar essa "guerra urbana" normal!!!
    Beijinhos e um ótimo fim de semana!


    Oi Paulo,
    Um paraíso, sem dúvida nenhuma!!!
    Aliás, todo lugar é um em potencial, depende do modo como olhamos...Afinal, amor nunca é demais!
    Bjs


    Beth,
    Também amo essas músicas! Já vi alguns filmes que se passam na Irlanda, e minha vontade de conhecer ficou ainda maior! Quem sabe um dia...
    Um ótimo fim de semana prolongado!
    Bjs


    Olá Maria João,
    Concordo: serenidade é TUDO mesmo! Se tivermos serenidade ao longo da vida, ela segue como um rio...>(((º>
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Beatriz
    De vez em quando precisamos deste silêncio, deste recolhimento, ouvindo só os sons da natureza, pra ficarmos em paz e prestar atenção na maravilha que é a vida.
    Bom final de semana.
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Beatriz, lendo a sua postagem do início ao fim, eu só posso dizer uma coisa: pra você não existe tempo ruim e música boa combina com todo lugar... [sorrio]

    Convido-te para ler algo em http://jefhcardoso.blogspot.com

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)

    ResponderExcluir
  11. A calma , mas sempre com vista de mar...
    abracinho, Beatriz
    :))
    linda esta "casinha"

    ResponderExcluir
  12. Beatriz, começo a ter vergonha dos meus comentários, pois saem sempre adulterados...
    porque será????
    ana

    ResponderExcluir
  13. Oi Anamar,
    A vista para o mar sempre conforta, relaxa e embala os sonhos...Você tem sorte de ter o mar até no nome!!!
    Ah, não consegui ver nada adulterado, por que?
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Jefh,
    Obrigada pela visita! Tempo ruim? Ha, só chuva com graniso quando você está indo para o trabalho!!! Já estou indo lá conhecer o blog!
    Bjs

    Oi Maria Célia,
    Não há nada igual aos sons da natureza!
    Um ótimo feriado para você!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Que maravilha de blog, também adoro esta calmaria!!! Fotos fantásticas com textos ótimos.
    Vou linkar para não te perder. Continue com este sonho. Bj

    ResponderExcluir
  16. a tarde é lilás

    e eu vim parar na beira do cais

    par ler o teu mar rebentar aqui!

    beijos Bia!

    manuela

    ResponderExcluir
  17. Oi Tossan
    Já passei lá pelo teu blog e adorei as fotos!!!
    Obrigada pela visita! Bj

    Oi Manuela,
    Obrigada pelo carinho de sempre!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi Bia que momentos de paz estejam sempre presentes em nossa vida!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  19. Obrigada Isadora,
    Afinal, paz nunca é demais!!!
    Bjs

    ResponderExcluir