Translate

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Os pássaros do mar

Do alto da ilha de Santa Bárbara o Atobá branco parece querer conversar comigo. Ficamos assim um bom tempo, até que ele desceu da pedra e veio me bisbilhotar. Vendo que eu não tinha nada que lhe interessasse, partiu...
Duas Fragatas em pleno voo, onde se vê um macho com seu papo vermelho estufado, característico desta espécie. Esta foto é de Jan Sevcík, da naturfoto.
Sobrevoando a ilha Sueste e as águas azuis e transparentes, voa um Atobá marrom pronto para mais um mergulho certeiro atrás do seu peixe!
Eis uma Fragata descansando nas pedras basálticas (faz parte da origem vulcânica das ilhas)
Um casal de Atobás curiosos comigo ali sentada tentando convencê-los a posar para mim. A formação vulcânica das ilhas não permite nenhuma vegetação, a não ser essa bem rasteira. O branco nas pedras é dos guanos dos pássaros, com seu cheiro forte de amônia, argh!
Um Atobá branco e seu filhote, esperando o parceiro voltar do mar com o "breakfast"do dia!
Na ilha Redonda está o ninhal das Fragatas, que a essas alturas estão lá no alto procurando um peixe a ser roubado. Sim, a Fragata é preguiçosa! E se tem um peixe dando sopa na boca de outro pássaro, ela nem pensa duas vezes, ao invés de molhar seu "corpicho" na água!
Um grupo de Atobás brancos no alto da ilha Santa Bárbara apreciando mais um dia belo no meio do oceano... Ao longe, a ilha Sueste.
Na ilha de Santa Bárbara o sol nasce às 5:00 em ponto, e o preguiçoso Atobá dá seu primeiro voo. Hora de começar a trabalhar!
Esperando um barco de visitantes a desembarcar na ilha Siriba para mais um "safári fotográfico". Como se percebe, o sol estava demais! Ah se não fossem meus óculos, boné e protetor 100!



Impossível imaginar o mundo sem os pássaros. Sempre em minhas viagens a ambientes naturais procuro retratar essas aves e seu voo, pleno de harmonia. Sua visão privilegiada lá de cima me causa arrepios! Leonardo Dá Vinci já se interessou pelo voo dos pássaros em 1483, em Milão, pensando na possibilidade humana de voo de forma mecânica. E assim ele disse: "Da montanha que tem o nome o grande pássaro, empreenderá o voo o famoso pássaro, que encherá o mundo de sua grande fama". Hoje sabemos de suas famosas invenções voadoras. Mas foi numa dessas "expedições ecológicas", quando fiquei 4 meses em uma ilha, que pude conviver mais de perto com essas criaturas tão fugazes e encantadoras. Leve é o chão em que pisamos (e como!), lá em cima é uma tremenda luta pela sobrevivência. É, são poucos os homens que sabem voar, e são poucos os pássaros que não podem....Eu, como faço parte dos seres que não têm asas, contento-me em observá-los. Durante minha estadia no arquipélago de Abrolhos ao sul da Bahia, tive tempo de sobra para observar o Atobá Branco, a Fragata, o Benedito, o Atobá Marron e o Trinta-réis preto e branco, entre aves migratórias e residentes naquelas ilhas. Para os visitantes que chegam ali, somente é permitido o desembarque na ilha Siriba para um "safári fotográfico", durante 20 minutos no máximo. As aves dão um show a parte, como os atobás e seus voos rasantes no mar em busca de peixe, as grazinas tentando proteger seus ninhos sob as pedras, as fragatas plainando no ar e esperando a hora exata de roubar o peixe de algum atobá distraído. Fotógrafos da National Geographic já passaram ali dias e horas a fio para captar momentos sublimes dos pássaros em seu habitat natural. Ah, como é boa essa vida! Só nos resta voar........por isso sonho.

15 comentários:

  1. Que post lindo!
    Os atobás são bem curiosos mesmos!
    Hoje fomos a Cabo Frio mergulhar e no intervalo entre um mergulho e outro, abri meus ouvidos para o canto dos pássaros que estavam ali por perto e tem um (não sei se um atobá, ou gaivota) que parecia que ria da gente...de repente estava rindo mesmo, não é?
    Muito legal!
    Bjocas e obrigada por suas visitinhas sempre tão agradáveis lá no Ateliê.

    BOM FIM DE SEMANA e um NATAL de muita LUZ para vc e sua família!

    ResponderExcluir
  2. Olá Beatriz
    Que fotos espetaculares, além delas, você escreve muito bem, seus textos são ótimos.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Coisa linda esse lugar e os pássaros!
    Eu poderia ficar dias e dias de bobeira num lugar assim, até sentir minha alma totalmente relaxada.
    Lindas fotos!
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  4. .

    . tão lindo,,, beatriz . tão belos .

    . posso deixar.Lhe um poema meu? : .

    .

    .

    sangram os dias em que a memória fora ida
    desta jornada de apenas asa
    passo a passo re.passo o passo rítmico do silêncio
    serena a audácia da pálpebra inerte que invento
    e o coração da música re.volta ao seio da casa
    no derradeiro momento onde a alma é mantimento
    de tão breve carne ou passageiro sustento

    .

    .

    . e desejo.Lhe um Santo e Feliz Natal extensível a todos os familiares e amigos que Lhe sejam essência ao peito .

    .

    . grat.íssimo pela constância no #intemporal# .

    .

    . um beijo sempre amigo, .

    .

    . paulo .

    .

    ResponderExcluir
  5. Olá Beatriz!!

    Muito me encantei com seu blog! Que lindas fotografias e textos! Realmente, fiquei muito feliz por ter vindo conhecer seu espaço, pleno de informações, rico em beleza e talento. O post sobre Brasília me deixou maravilhada, trata-se de uma cidade que sempre sonhei em conhecer, desde há muito! Teu post me aguçou ainda mais.

    Beijos, querida, e parabéns!!

    Carla

    ResponderExcluir
  6. Olá Beatriz, desejo que tudo esteja bem contigo, e que continue!
    Teu blog me foi indicado pela gentil e carinhosa amiga Carla, do blog Pequenos Barulhos Internos, por conta de um poema que postei no meu espaço, atendi sua indicação e vejam só, percebo que ela tinha toda a razão de indicar seu espaço e que ela também tem bom gosto pra escolher e indicar os melhores blogs pra seus amigos!
    Parabéns por seu belíssimo blog, esta postagem sobre atobás, fragatas e gaivotas é demais! Claro que também tem suas belíssimas imagens. Muito me agradou esta visita, e pretendo voltar, claro se não for inoportuna esta minha invasão! Assim desejo pra você e todos ao redor existência iluminada sempre, grande abraço e até a próxima visita!

    ResponderExcluir
  7. Que fotos maravilhosas! Um encanto. O lugar é paradisíaco!
    Apaixonei-me pela Fragata, o papo do macho pareceu um sol no céu.
    Realmente é impossível imaginar o mundo sem os pássaros.
    Um abraço
    Léia

    ResponderExcluir
  8. Oi Flavia
    Estou agora em Cabo Frio e a água super transparente, acredito que teu mergulho tenha sido MARAVILHOSO!!! Tem razão, os Atobás são bem curiosos, mas não se deve chegar muito perto, pois seu bico é todo serrilhado por dentro, o que pode causar um estrago no dedo de alguém, he he...
    Beijinhos e bons mergulhos!


    Maria Célia
    Obrigada pelas visitas tão meigas!


    Beth querida,
    senti isso de verdade enquanto estava literalmente "ilhada", minha alma revigorada!!! Pudera eu estar lá de novo....mas a vida tem seus ciclos e agora é preciso seguir por outros caminhos....tão belos quanto!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Paulo
    Seus poemas me encantam....porque não sei escrever assim? Bem sei que é uma dádiva reservada aos verdadeiros poetas!
    Sempre grata e tenha um belíssimo natal em terras lusitanas!!!
    Bjs


    Oi Carla
    Obrigada pela visita! Ainda bem que há muitos lugares interessantes para se conhecer por aí, seja em cidades, ilhas, mares e montanhas....O bom é aproveitar cada segundo e não deixar passar uma bela oportunidade!
    Beijos e seja bem vinda!


    Sotnas querida, sua visita nunca será inoportuna!
    Aqui é igual coração de mãe, tem espaço para todo mundo, he he... Que bom que gostou e te espero para as próximas "viagens ambientais"!
    Beijinhos


    Oi Léia
    A fragata é mesmo uma ave lindíssima, hoje mesmo vi algumas aqui na praia do Peró-RJ. Estão sempre a sobrevoar o mar em seu longo e belo voo!
    Certamente sem eles, esta paisagem não teria amenor graça!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi ... Bia !!
    Obrigada por seguir meu blog ... olhei suas postagens e me interessei bastante.
    Vou te acompanhar também.
    Grande abraço e aproveitando , quero desejar Boas Festas e Feliz 2011 ... com muitas viagens é claro !!!

    ResponderExcluir
  11. Bia, ao ir num lugar assim a gente nem quer mais voltar, de tão bonito... os pássaros... que beleza!
    seu blog é minha "national geographic', sempre aprendo muito e me encanto por aqui

    bjs e aproveito pra te desejar um excelente natal pra vc e os seus, com mta paz, amor e fraternidade.

    ResponderExcluir
  12. Bia,

    Que maravilla tu blog, y esta entrada sobre los pájaros, es magnifica... siempre tan dificiles de fotografiar!!!
    Y el lugar, parece ser un bonito refugio...

    Muy Feliz Navidad!!! (y gracias por pasar por mi blog!!)

    ResponderExcluir
  13. Oi Andrea
    Venha sempre e será bem vinda!
    Um ano novo "novíssimo" em folha (desculpando a redundância...)
    Beijos


    Alexandre
    A National Geographic é meu "guia de bolso"! Teu blog é fantástico com coisas sempre interessantíssimas sobre o Japão! Fiquei encantada principalmente com aquele post sobre nagoya e os pássaros que seguem os barcos....Lindo!
    Um belíssimo natal na Terra do Sol Nascente!!!


    Oi Patricia
    Os pássaros são mesmo difíceis de fotografar...tem que ter muita paciência e amor por esses bichinhos!
    "FELIZ NAVIDAD" para você também!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. I wish you a Christmas filled with much peace and happiness

    ResponderExcluir
  15. Thanks Elettra
    I wish the same to you, with a new year full of new dreams to be realized!!!

    ResponderExcluir