Translate

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

É preciso coragem!

Os psicanalistas defendem, e eu concordo, que deveríamos nos preocupar mais em tornar interessante nossa vida de todo dia. O que isso implica? Aventurar-se, ter mais curiosidade, arriscar mais e lamentar menos. Ter coragem é fundamental nessa vida! Aqui apenas alguns exemplos, entre tantos, de mulheres que tiveram a coragem de ousar!

Jane Goodall - Antropóloga e primatóloga britânica. Aos 82 anos é uma respeitada cientista e defensora dos direitos dos animais. Sua trajetória para alcançar essa posição é tão improvável quanto inspiradora. Aconselhada pela mãe e "nunca desistir" de seus sonhos, Jane resolveu que iria morar com os animais na África aos 20 anos de idade! Seu trabalho de uma vida resultou em profundas observações sobre nossos parentes mais próximos. 

Aung San Suu Kyi - É considerada uma heroína da paz na Birmânia. Ela passou a maior parte dos últimos 20 anos encarcerada por sua resistência pacífica contra um regime político cruel e repressivo. Não pôde receber  pessoalmente o prêmio Nobel da Paz em 1991 porque estava presa! Seu pai sempre havia lutado pela independência da Birmânia. Ela ganhou as eleições em 1990, mas foi presa em seguida, impedida de assumir o governo de seu país. Em 2016, aos 71 anos e com a saúde frágil mas já em liberdade, ela foi empossada como ministra da Relações Exteriores do 1º governo eleito democraticamente em mais de 50 anos.




Wangari Maathai - Bióloga africana, nascida no Quênia, foi estudar nos Estados Unidos e na Alemanha e voltou ao Quênia depois de concluir o mestrado. Foi a primeira africana também a concluir um doutorado. Criou a Ong "Movimento Cinturão Verde" com a intenção de promover e proteger a biodiversidade africana. Assim ela conseguiu plantar mais de 40 milhões de árvores nativas na África, gerou empregos na área rural para a população carente e promoveu o papel da mulher na sociedade. Já foi presa diversas vezes por defender o meio ambiente, as mulheres e as crianças. Ganhou o prêmio Nobel da Paz em 2004, e faleceu 7 anos depois, sendo até hoje exemplo para muitas mulheres africanas.





Malala Yousafzai - A pequena ativista paquistanesa foi a mais nova a ganhar um prêmio Nobel. Depois de levar um tiro no rosto porque queria frequentar a escola em seu país, até hoje luta pelo direito das mulheres à educação, principalmente nos países muçulmanos. Malala, que quase morreu, hoje vive em Londres, estuda e dá palestras no mundo todo.


Katherine Johnson - Uma matemática brilhante, que aos 18 anos já tinha concluído a faculdade. Começou a trabalhar na NASA nos anos 50, onde resolvia os cálculos matemáticos mais difíceis, que os computadores só conseguiriam resolver anos mais tarde. Ela foi responsável por calcular a trajetória da expedição de Alan Shepard em órbita e depois do lendário Apollo 11 no espaço. Por ser negra, mulher e cientista foi muito discriminada no início, mas sua inteligência e reputação venceram! Este ano um filme sobre ela  e suas conterrâneas da Nasa Dorothy Vaughan e Mary Jackson concorre ao Oscar - são histórias de vida realmente inspiradoras!

23 comentários:

  1. Linda postagem, amei ler, das duas primeiras eu assisti aos filmes que mostraram suas forças e coragem de seguirem seus ideais, acho que isso já vem com a pessoa, a alma tem seus propósitos e quem segue a sua alma nunca erra, mesmo que sofram, mas não se sentem fracassadas!
    Sempre com boas postagens por aqui,parabéns!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ivone, sempre fui fuma fã incontestável de Jane Goodall por sua luta na preservação dos primatas africanos, talvez por também ter tido o mesmo sonho de criança: morar na África! Só que no meu caso não aconteceu, rs. E aqui está esta bióloga fazendo outras pesquisas...
      Mas em breve pretendo assistir ao filme sobre as grandes mulheres da NASA, interessantíssimo!
      Beijocas

      Excluir
    2. Valeu voltar aqui e ler sua resposta e interagir, também pensei em conferir sobre essa grande mulher da NASA, mas como dissestes à Maria élia, há muitas mulheres que fazem muito bem tudo o que se propõem e sei que tens um lindo dom, sua maravilhosa profissão que te impulsiona para cima em adquirir conhecimentos!O melhor de tudo é que compartilhas e eu amo te ler!
      Abraços linda Bia!

      Excluir
  2. Oi Bia
    Existem pessoas, no caso da sua postagem, mulheres, que vieram a este mundo com uma missão especial, de fazer a diferença.
    São notáveis, lutam contra tudo e todos pra defender o que elas acreditam ser o certo e o justo.
    Merecem todo nosso reconhecimento, respeito e admiração.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que existem essas pessoas na Terra, não! Mas acredito também que cada uma de nós tem uma missão, mesmo que não seja assim super, ultra, mega importante, como dessa mulheres incríveis!
      Bjs Maria Célia

      Excluir
  3. Hi Bia, Interesting information about those courageous women... YES---here in America we say to "Step out of our Box" ---or "Get out of our Comfort Zone" ---or "take a risk".....

    Thanks for sharing.
    Hugs,
    Betsy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hi Betsy!!!
      Certainly we have to get out of our comfort zone and take some risks too, or our life has no meaning at all... There are countless other fabulous women making all the difference in the world, glad to exist! thank them for existing!
      Many hugs and have a nice week Betsy!!!

      Excluir
  4. Todas mulheres absolutamente extraordinárias.
    Mas Malala tem um lugar especial no meu coração.
    Ela só quer poder aprender.
    E que outras meninas como ela possam aprender, estudar.
    Tão pouco e no entanto tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente Malala é uma menina especial. É uma pena que em seu país as crianças ainda sejam perseguidas por simplesmente querer estudar!
      Torço por ela e todas as meninas do mundo para que possam aprender em liberdade! Abraços Pedro

      Excluir
  5. Dear Bea, I loved this post about the courageous women of our time. Waangari Maatai was my icon in Kenya. And of course I laud Jane Goodall for the good work done to preserve our primates. Thanks for sharing. Blessings Jo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello Jo!!!
      You are in Africa, this privilegious place in the wolrd, so you know more than me about Waangari and Jane Goodall! African women like them deserve my respect for life!
      Hugs

      Excluir
  6. Hi Bea,
    Very interesting post and homage to great women!
    We need more of these great souls to pull us out of this sorry mess we made on our beautiful planet!
    Keep well and enjoy the rest of the week!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh yes, Noushka! Thankfully we have many others examples like these by the world. You're right when you say we make a mess around here, but there's always time to fix it and do something else!
      Many hugs and take care

      Excluir
  7. Concordo em absoluto com a necessidade de ousar...
    Um conjunto de célebres muito interessante, Bea.
    Gostei muito da postagem.
    Dias de verão muito agradáveis, venturosos e aventurosos...
    Beijos
    ~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É necessário e urgente ousar, pois este mundo está virando de cabeça para baixo antes que nos demos conta disso! Mas ainda há pessoas brilhantes por aí, precisamos ajudá-las e fazer algo!
      Beijinho Majo

      Excluir
  8. Concordo, lastimar-se menos e ocupar-se mais, assim a vida terá outro sabor.
    Muito bom! Delícia de postagem. Parabéns.
    bj.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tais, ficar se lamentando e reclamando de tudo que acontece nesse país e no mundo não resolve nada, não é! Fazer o que estiver ao nosso alcance e aproveitar a vida é o que temos no momento. Beijocas!!!

      Excluir
  9. Sim. É necessário sempre alcançar novos ares. Se fecha um ciclo, que iniciemos outro ... Bjs

    ResponderExcluir
  10. credito que a vida é feita de ciclos, e nós estamos dentro deles, querendo ou não! Então, o melhor a fazer é chegarmos ao próximo ciclo com a satisfação de termos feito bem no anterior. Essas mulheres de fibra conseguiram!
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  11. Tempos difíceis fazem sobressair grandes ações. Estas mulheres e muitas outras que permanecem incógnitas, pela sua coragem, perseverança e altruísmo fizeram, fazem a diferença. E o mundo precisa de seres humanos assim. Beijinhos Bia, bom trabalho :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana
      Sim, há muitas mulheres assim "invisíveis" por aí! E certamente todas fazem uma diferença onde vivem!
      Beijinhos

      Excluir
  12. Respostas
    1. Welcome here Angela whenever you want!
      Hugs

      Excluir