Translate

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

A poeira do bem


Para que servem os satélites? Monitorar o espaço talvez... Também, mas é muito mais que isso. Por que uma instituição como a NASA gastaria milhões só para vigiar o espaço se a própria Terra é tão ou mais interessante? Os cientistas já sabiam que a areia do deserto Saara viajava pelo mundo há muito tempo. Mas o que eles não sabiam era a quantidade exata e qual a importância disso. Então, alguns satélites bem inteligentes descobriram. E assim os cientistas puderam calcular que, por ano, 182 milhões de toneladas de poeira são carregadas pelo vento e atravessam os 2,5 mil quilômetros que separam a África da América do Sul. Desse volume, 27,7 milhões de toneladas de poeira (cerca de 105 mil caminhões cheios) são despejadas na floresta Amazônica. Mas não pense que isso é algum tipo de poluição errante. Na verdade, as areias do Saara são essenciais para a manutenção da mata, pois elas são ricas em fósforo, um potente fertilizante, que é raro na Amazônia. Essa quantidade de fósforo abundante no Saara é devido a decomposição de peixes que habitaram aquela região há alguns milhões de anos. Já pensou?! Ou seja, é um processo natural de adubação. Agora a preocupação dos cientistas é que as mudanças climáticas alterem esse ciclo natural. Afinal, a poeira afeta o clima e, ao mesmo tempo, as mudanças do clima afetam a poeira. O que mais me impressiona é o caminho longo que essa poeira faz. Dos 182 milhões de toneladas que saem do Saara todo ano, uma parte cai nas águas enquanto atravessa o Atlântico. Quando chega na América do Sul, grande parte cai na bacia do rio Amazonas e as toneladas restantes seguem viagem para o mar do Caribe. Até a areia do Saara, do outro lado do oceano, ajuda na manutenção da floresta Amazônica. Isso serve de lição para que o homem não destrua tudo de bom  que a própria natureza faz ao longo dos anos, simplesmente sem pedir nada em troca - apenas respeito! 



                                             

11 comentários:

  1. Um 'post' bem interessante e didático...
    Gostei muito, Bia. Grata.
    Tem uma primavera linda e agradabilíssima.
    Beijos
    ~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Majo!
      Obrigada pela visita. Sim, espero uma primavera abundante, e que a poeira do Saara chegue até aí também para fertilizar as florestas de Portugal!
      bjs

      Excluir
  2. What an interesting and informative post, Bea. I never knew about "our" dust flying across to South America. Have a great day. Jo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yes Jo! The dust of your large continent can travel over the ocean until here...can you imagine it?!
      Nice week!!!

      Excluir
  3. O desrespeito do Homem pela Natureza está a ter efeitos catastróficos.
    Boa semana

    ResponderExcluir
  4. "um pequenino grão de areia era um eterno sonhador..."

    não sabia nada disto, maravilhoso!


    beijinhos, Bia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sonhou alto e chegou longe, do outro lado do Atlântico... Verdadeiramente incrível!
      Bjks Manuela

      Excluir
  5. Querida Bia
    Dando uma passadinha pra rever as amigas, depois de um tempão longe. Estou melhorando, um dia de cada vez, um passo depois outro.
    Adoraria me encontrar com você em BH para um café, vamos deixar esta maré ruim dar uma trégua e aí combinamos, se Deus quiser.
    Como sempre você nos brindando com suas pérolas, sua cultura, sempre tão sensata e bem informada.
    Um beijo querida e até breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que já está melhorando Maria Célia Pense que é apenas uma fase ruim e, como todas as outras, vai passar! Quando vier por aqui me avise, que iremos brindar com um bom café com bolo, que tal?
      Bjs

      Excluir
  6. Que linda lição ecológica nos ofereceu hoje, Bia. Quando pensamos no deserto, temos uma ideia de morte e desolação. E afinal, têm a sua utilidade... Grata por esta aprendizagem. Esperemos que o homem não estrague tudo.
    Beijinho
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  7. Que imagens extraordinárias!!
    O Homem não tem o direito de estragar esta beleza.

    ResponderExcluir