Translate

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Por que estamos aqui?


                                        

Penso que muitas vezes desperdiçamos coisas ou momentos que, a princípio, parecem insignificantes em nossas vidas. Outras vezes deixamos, sem querer, de fazer algo que pode ser muito importante para outras pessoas. Digo isso porque algumas pessoas vão embora cedo dessa vida e quase nada aprenderam ou vivenciaram. É preciso abrir os olhos um pouco mais e enxergar o que está ao redor..... pode não ser muito, mas muitas vezes é o bastante!

Sou fã do antropólogo espanhol Juan Luis Arsuaga, que disse uma vez:
"A vida não pode ser trabalhar a semana inteira e ir ao supermercado no sábado. Não pode ser assim. Essa vida não é humana. Deve haver algo mais, mas aqui, nessa vida. E essa outra coisa se chama cultura. É a música, a poesia, a natureza, a beleza.... É o que se deve apreciar e aproveitar porque, caso contrário, isso é uma merda. Todos devem se perguntar 'por que estamos aqui?' A vida e a história humana têm que ter um sentido. "


6 comentários:

  1. Morning has broken...
    Conhece?
    Maravilha!

    ResponderExcluir
  2. Sim Pedro!!!
    Esta é outra música maravilhosa dele!

    ResponderExcluir
  3. Like Cat Stevens! Lady Darbanville is a favourit.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito da sábia simplicidade dessa mensagem do Cat Stevens. E concordo com o antropólogo espanhol: a vida não pode ser só isso. Temos que levantar os olhos para o céu a olhar as estrelas, fechar os olhos e apreciar uma sinfonia, colocar uma mochila nas costas e ir conhecer um lugar novo.
    Um dia eu vou cantar ao meu filho "look at me. I am old, but I am happy".
    Abraço
    Ruthia
    O Berço do Mundo

    ResponderExcluir