Translate

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Um lugar inesperado

Casas típicas da Nova Guiné ao longo do rio Sepik

Um dos últimos lugares selvagens da Terra é a Nova Guiné, ao norte da Austrália. Lugares distantes e aparentemente intocáveis me despertam a curiosidade justamente por serem assim. No mundo em que vivemos, onde quase tudo é descartável, facilmente substituível ou deteriorável, encontrar pequenas comunidades isoladas e autossustentáveis é o máximo! Pessoas que vivem de maneira simples, no meio da floresta, deslisam pelos rios em suas longas canoas, felizes. O simples nunca foi fácil, ainda mais para nós, pobres ocidentais que sempre complicamos o que já não é tão simples assim. 

A reverência e o respeito pela natureza são admiráveis. A Nova Guiné é uma verdadeira Torre de Babel. Dizem que para entender todos os idiomas falados na ilha seriam necessários 850 dicionários. Neste país, mais da metade de seu território é coberto por florestas úmidas (conhecidas como florestas de nuvens) e 80% da população vive nelas. Mas este lugar quase surreal não está tão disponível assim. Chegar lá parece ser bastante complicado, já que não há estradas e o transporte é feito por canoas nos rios e grandes lagos. Mas talvez o sacrifício valha a pena. Uma ilha na Oceania coberta por florestas tropicais, aves do paraíso, rios com jacarés gigantes, montanhas de até 3000 m de altitude, vulcões ativos, praias intocadas e cachoeiras fantásticas...

Se tivesse uma expedição para lá hoje, provavelmente eu já estaria de malas prontas, navegando numa daquelas canoas. Queria conhecer 'in loco' tamanha biodiversidade deste país, cujas ilhas estão fadadas ao desaparecimento com a subida dos mares. Apesar de ser 'o lugar' na Terra onde humanos e crocodilos convivem tranquilamente ao longo dos rios, eu bem sei que tribos mais isoladas no interior das florestas ainda praticam o canibalismo! Além disso, ouvi dizer que as nuvens de mosquitos são constantes nesses lugares, úmidos e certos subornos são necessários para obter qualquer item básico de necessidade. Não é a toa que o slogan do país é "A terra do inesperado". 

Pensando bem, melhor não me arriscar tanto no meio da floresta e ficar só por perto dos rios, onde os jacarés parecem ser mais 'amigáveis'...!!!

A floresta de nuvens faz jus ao nome num lugar bastante úmido e tropical

Grutas inesperadas onde se chega de barco, canoa ou kaiak

Uma Ave-do-paraíso aproveitando os últimos raios de sol

O vulcão Tavurvur entra em erupção mais uma vez...

Há cachoeiras por todo lado, por toda a ilha!

Uma das ilhas "bem simples" da região!

A diversidade humana da Nova Guiné no encontro entre duas tribos.


15 comentários:

  1. Oi Bia, apesar de ter adorado sua matéria, ficar sabendo sobre povos tão distantes e costumes completamente às avessas dos nossos, eu não gostaria de ir até lá, não, sou mais adepta dos centros urbanos.
    Ainda assim as imagens são muito bonitas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu é que ainda tenho um espírito aventureiro, embora na realidade um lugar desses esteja a quilômetros de distância, em todos os sentidos, rs. Acontece que sou apaixonada por essas culturas tão diversas e, principalmente, a sua relação com a natureza.
      Bjks

      Excluir
  2. Linda postagem, amo ver isso, em Julho eu fui pela terceira vez em Manaus para poder navegar no lindo Rio Negro e ver as belezas que há por lá.
    Fiquei encantada, assim como você, se desse iria a um lugar assim, nossa, encantamento puro, talvez seja romantismo de minha parte, pois é, sou pisciana romântica,rsrs!
    Abraços amiga Bia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ivone, quero ir um dia a Manaus também e poder navegar pelos rios caudalosos da Amazônia... Temos muitas coisas bonitas no Brasil e que precisam ser preservadas de fato! Avançamos muito tecnologicamente, mas não na relação com nossas florestas, infelizmente.
      Beijinhos

      Excluir
  3. Ah Bia que lugar lindo, parece mágico, algo somente para aquele povo que ali está e respeita todo aquele bioma!
    Acho que nós lá não nos daríamos bem, só se ficássemos olhando de cima, como o belo pássaro na árvore ou debaixo daquela cachoeira fantástica.
    Eu tenho um pouco de medo desta coisa selvagem que temos também por aqui, na Amazônia, no Pantanal. Acho maravilhas da natureza, adoro ver em filmes e em imagens, mas não me vejo lá à vontade, sou medrosa com répteis, macacos, onças ...
    Ai meu Deus, sou uma inveterada urbanóide que reclama quando está no meio da confusão, mas que não tem coragem de enfrentar um lagarto ou um macaco, morro de medo! kkkkkkkkk
    Belíssimo post, pra viajar e sonhar@!
    Bom domingo, amiga querida!
    beijos cariocas


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beth!
      Certa vez vi um documentário de uma expedição aos lugares mais remotos do planeta, e a Nova Guiné estava entre eles. As filmagens são fantásticas, como um paraíso perdido numa região tropical inalcançável ! Mas como nem tudo é como imaginamos..... Este é um lugar perfeito para eles, todos os seres que ali vivem em paz com a natureza e seu jeito em lidar com ela. Nós seríamos uns alienígenas ali, rs. Mas se tivesse a oportunidade de conhecer de perto uma comunidade dessas e, especialmente, a natureza ao redor, me sentiria muito feliz! Como já tive contato com alguns animais ditos "selvagens", como répteis ou baleias, por conta da profissão, acho que isso não seria um empecilho. Mas tudo isso está muito distante, literalmente....
      Beijinhos querida amiga

      Excluir
  4. Adorava visitar a Papua-Nova Guiné!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem dera eu também....!!!
      Abraços José

      Excluir
  5. Diz um ditado por aqui que não há rosas sem espinhos nem bela sem "senão", logo esse paraíso não pode ser um paraíso completo! Mas que é um local belíssimo, ah isso é! E nós precisamos de coisas belas para nos fazer sonhar um pouco, e ir suportando este mundo de destruição maciça em que vivemos!
    Gostei muito da "repostagem"!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui também se diz não há gosto sem desgosto..... Mas acredito que certamente este é um paraíso perfeito para os que vivem nas florestas da Nova Guiné. Um lugar onde a natureza parece intocável é sempre encantador! Preciso de coisas assim na minha vida, saber que lugares assim existem, o que me desperta esperanças de um futuro mais sensível para toda a humanidade...

      Excluir
  6. Tenho vontade nenhuma de conhecer um lugar assim tão distante...pode Bia?rsrs De qq maneira é belíssima a paisagem e preservação.
    Beijuuss Bia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que isso deve ser coisa de biólogo mesmo, rsrs.
      Mas você tem razão, as paisagens são belíssimas!!!
      Bjs

      Excluir
  7. Ainda que tenha toda a boa intenção, o homem tem a tendência de alterar o curso natural das coisas, por isso eu acho que os paraísos que ainda restam na terra merecem respeito com todas as suas gentes e eu sou de uma opinião em que se devem deixar isolados, pois só assim se pode preservar toda a sua grandeza.

    Bjs,
    mz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente o homem tem o 'dom' de estragar o que parece perfeito...
      No Brasil ainda temos algumas tribos isoladas pelo país, especialmente na região amazônica, mas creio que isso não deve permanecer assim por muito tempo, pelo desenrolar natural das coisas...
      Bj

      Excluir
  8. Aquela região do globo tem paisagens inesquecíveis, impossíveis, fantásticas. Também me atraem muitíssimo. Porque hoje a maior parte dos destinos turísticos são fabricados, os costumes planeados para agradar aos turistas, tanta coisa peca por falta de autenticidade.
    A imagem é maravilhosa, Bia.
    Beijinhos, um doce fim-de-semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir